Produtividade Nível A

Alguns temas me apaixonam, como é o caso deste: produtividade. Estou lendo o livro “Produtividade para quem quer tempo – Aprenda a produzir mais sem ter que trabalhar mais”, de Geronimo Theml. Sobre o autor e história de vida, você pode pesquisar na internet, porque vale à pena.

Muitas pessoas me conhecem pela Consultoria de Marketing, mas poucos sabem que minha especialidade é Gestão Empresarial, no qual o foco foi o marketing. Portanto, as empresas para as quais presto serviço sabem que entrego além da propaganda e comunicação. Meu trabalho é voltado para o todo, incluindo vendas, atendimento, liderança, produtividade, gestão de pessoas e, também, a comunicação. Por isso, volta e meia escrevo sobre estes temas que fazem parte do mundo empresarial.

Recomendo a leitura do livro citado acima para aquelas pessoas que desejam viver de forma plena e ter sucesso pessoal, profissional, financeiro e com equilíbrio em todas as áreas da vida. Nele, o autor fala de pessoas com produtividade nível A, que são aquelas que conseguem grandes resultados, com um nível de esforço abaixo da média e, o mais importante, que mantém todos os papéis da sua vida equilibrados: o de filho ou filha, esposo ou esposa, profissional, cidadão, etc.

“Pessoas com esse nível de produtividade já estão conscientes de quais atividades realizar ao longo do dia, e sobretudo estão conscientes daquelas que não devem realizar, porque roubam seu tempo”. (Geronimo Theml)

A leitura me deixou muito feliz porque muito do acredito e faço estão escritos ali, por um estudioso da área. Ao levantar, a primeira coisa que costumo fazer é “levantar”, não é pegar o celular na mão. Aliás, pego para desligar o despertador. Pasmem, mas é assim. Enquanto eu não tomar meu café, olhar minha agenda, e ver o que preciso fazer e cumprir, não olho o celular. Parece difícil para muitos, mas difícil é reclamar de falta de tempo, de resultados, e de deixar passar o dia com a sensação de que “não fez nada”!

E nas empresas, como está o nível de produtividade da equipe? Que tarefas estão fazendo os colaboradores desviarem do propósito maior da corporação? Abaixo, os desdobramentos das tarefas, de acordo com Geronimo:

1. Tarefas de Produção: as que levam você na direção da construção dos seus sonhos.

  • Tarefas de Produção com Margem: as ideais, quando são realizadas antes do prazo.
  • Tarefas de Produção sem Margem: feitas em cima da hora.

2. Tarefas de Ocupação: aquelas que precisam ser executadas, mas não fazem progredir na direção do que queremos.

  • Tarefas de Ocupação Obrigatórias: como pagar um conta, ir ao médico…
  • Tarefas de Ocupação Dispensáveis: as que mais roubam a produtividade, como ficar de frente à tv, no celular…

Analisando essa simples colocação, já começou a perceber aquilo que distancia você e sua empresa de alcançar os maiores objetivos?

E o que a imagem do artigo tem a ver com essa história toda? Lembram do que citei mais acima? Viver de forma plena!

Leia também: Comunicação Interna como vantagem competitiva!

contato@heloisajeremias.com.br

Compartilhe